Contrapeso2 Banner dia 3.2.1.jpg

Estreia Nacional

3 Dez. 21h00 - Teatro m/14

Cineteatro Louletano

Bilhetes: 8€

Depois dos sucessos mundiais de Chambre Noire e Moby Dick, Yngvild Aspeli escolhe inspirar-se livremente na história de Bram Stoker com particular foco nas mulheres, para a sua adaptação visual do famoso mito de Drácula. O espectáculo centra-se, assim, na experiência de Lucy - e na sua luta contra o demónio interior encarnado por Drácula, que representa a dominação e dependência de uma força destrutiva. Uma metáfora de controlo, tanto forçado como desejado, sedutor e enganador.

O público embarca numa viagem íntima e psíquica, neste universo fantasmagórico em que Lucy mergulhou e contra o qual luta com todas as suas forças.

Yngvild Aspeli, directora artística da aclamada companhia Plexus Polaire, desenvolve um universo visual que dá vida aos sentimentos mais sombrios, através de marionetes de tamanho humano e a dupla presença do actor-marionetista. Estudou na École Jacques Lecoq, em Paris e na École Nationale Supérieure des Arts de la Marionnette, em Charleville-Mézières.

barra preta 3.png

“Yngvild Aspeli is showing her ability to master different scales (…) her talent for leading puppetry in complex and exciting directions.” 

Anaïs Heluin 

 

“Visuellement, le spectacle est magnifique (…) fluide et séduisante où, dans de brefs instants, on peut douter de qui est vivant et qui est une marionnette". 

Ragnhild Tronstad

 

“Dracula is a dense (...) hour of great visual theater with excellent puppetry.” 

MDR KULTUR

Encenação Yngvild Aspeli 
Interpretação Pascale Blaison, Dominique Cattani, Yejin Choi, Sebastian Moya, Marina Simonova

Assistentes de Encenação Thylda Bares, Aitor Sanz Juanes

Música Original Ane Marthe Sørlien Holen

Construção de Marionetes Yngvild Aspeli, Manon Dublanc, Pascale Blaison, Elise Nicod, Sebastien Puech

Cenografia Elisabeth Holager Lund

Criação Vídeo David Lejard-Ruffet

Figurinos Benjamin Moreau

Técnica Luz e Palco Emilie Nguyen

Técnico Som e Vídeo Baptiste Coin

Dramaturgia Pauline Thimonnier 

Direcção de Produção Claire Costa

Administração Anne-Laure Doucet

Produção Executiva Noémie Jorez

Produção Plexus Polaire 

Coprodução Puppentheater Halle (DE), Théâtre Dijon Bourgogne CDN

Com o apoio de DRAC Bourgogne Franche Comté - Ministère de la Culture, la région Bourgogne Franche Comté, Kulturradet (NO), la Nef - Manufactures d'Utopies, Pantin, le CENTQUATRE Paris, le Théâtre des Quartiers d'Ivry - Centre Dramatique National du Val-de-Marne - Théâtre aux Mains Nues, Paris.