Face à pandemia provocada pela Covid-19, fomos forçados a reorganizar o nosso quotidiano e a repensar a nossa noção de normalidade. 
Durante este período, já longo, em que não conseguimos estar perto fisicamente, são os avanços tecnológicos que permitem que nos mantenhamos em contacto. Imagens e vídeos surgem um pouco por todo lado, quase que espontaneamente, pela nossa necessidade de comunicar com o outro, de ver    e ser visto.


ISO[LADOS] pretende levar imagens deste presente para o futuro que todos desejamos, aquele em que podemos voltar a circular, e retomar a pouco e pouco o contacto presencial com a nossa comunidade.

A Mákina de Cena lançou, por isso mesmo, uma open-call de fotografia, entre Abril e de Maio de 2020, com o objetivo de valorizar olhares criativos sobre a realidade do isolamento social provocado pelo novo Corona-vírus.         

Contando com dezenas de participantes de norte a sul do país, resultou numa exposição colectiva de 30 fotografias executadas durante o período de confinamento e seleccionadas por um júri composto por profissionais da área, de autoria de Beatriz Pequeno, Fernanda Serra Gondim, João Carlos Oliveira, João Serrão, João Tiago da Silva Ferreira, Malgorzata Stryjek, Manuel Amorim, Mariana Charrua, Miriam Rodrigues Estêvão, Nuno Murta, Olga Matviychuk, Paulo de Magalhães Almeida (FRAGMA), Pedro Gonçalves, Pedro Paulino, Pedro Rolo, Rita Isabel Pereira Colaço, Sara Afonso, Sara Araújo Silva, Tata Regala e Tomás Novais de Castro.

A mostra heterogénea de imagens foi apresentada em Setembro e Outubro de 2020, no CECAL, em Loulé e em Novembro e Dezembro do mesmo ano, no IPDJ de Faro.

Esta iniciativa contou com o apoio da CM de Loulé, do IPDJ Faro / iniciativa Ser Jovem em Casa, e apoio à divulgação de Loulecópia e Panóplia.Lx.